A fotografia

Postado em 25 de fevereiro de 2014

 

A fotografia

 

 

Ela acessou sua página do Facebook e nela estava postada uma foto dos tempos da escola primária, termo que não se usa mais, hoje se diz escola fundamental I. Depois de alguns minutos a lembrança daquele tempo despertou recordações. Onde andariam as meninas? Estavam uniformizadas, a foto foi tirada no período de aula.Quanto tempo havia se passado? Trinta anos? Talvez mais. Naquela foto estavam sete amigas, mas havia outras. Recordou-se que havia guardado a fotografia da formatura do quarto ano primário. Meninas e meninos estavam sentados esperando para receber o diploma. Sérios, atentos, aguardando que fossem chamados para receber o documento que lhes permitiria continuar os estudos em outras escolas. Separou a foto e com receio de que as amigas não gostassem da publicação preferiu consulta-las:   – Publique sim, quem sabe assim conseguiremos saber onde eles estão. – Concordo, poderemos tentar encontra-los para um almoço, o que vocês acham? Todas acharam a ideia ótima. Reuniram-se para um encontro inicial e divertiram-se lembrando das histórias daquela época. A publicação da foto com os outros alunos despertou o interesse de vários deles para se encontrarem e descobrir o que cada um havia feito depois da formatura. Alguns estão casados, outros separados, alguns com filhos, outros são avós. A alegria do reencontro movimentou os formandos de 1967 e os amigos que fizeram a partir desse ano. A cada convite, alguém mais é lembrado e o convidado se encarrega de trazê-lo para o encontro. O almoço está marcado. Os convidados estão todos confirmando presença, ansiosos com o reencontro. Amigos que hoje moram longe de Suzano também virão. Será um dia marcante na vida de todos eles.   Em breve contaremos como foi esse reencontro, quantas histórias alegres, pitorescas, talvez algumas tristes, porém todas serão partilhadas por um grupo de amigos, que a vida um dia separou, para anos depois, mais experientes e seguros, poderem se reencontrar para matar as saudades.

Cristina Cimminiello

.

Algum comentário?
26/10/2020 04:03:24