#BrasilEmMovimento com Gabriela Martins

Postado em 24 de julho de 2013

 

Gabriela Martins queria ser famosa quando criança e busca isso a cada dia através dos estudos. Apesar de não trabalhar no momento, acredita que tenha escolhido a profissão certa, uma vez que cursa a faculdade de fisioterapia. Quando indagada sobre as manifestações ela diz que o povo se cansou de cruzar os braços e ficar sentado vendo seus direitos sendo jogados no lixo. É a favor das pessoas irem para as ruas, mas não é a favor da violência gerada entre os manifestantes. Gabriela não foi para as ruas porque não conseguiria conciliar os estudos com o trabalho (naquele momento estava empregada). Ela diz que ainda tem muitos jovens que estão acomodados, mas com essa onda de manifestos uma boa parte tem corrido atrás de condições melhores para um futuro melhor. Diz que nosso País tem futuro sim, porque quem faz este País somos nós, que se o povo continuar a lutar, ter voz, poderemos sim tornar o Brasil um país mais desenvolvido. Quando perguntei sobre a nota que daria para quem troca seu voto por uma cesta básica, disse o seguinte: “Zero. Não que eu não vejo pelo lado de que a pessoa talvez realmente esteja passando por dificuldade e precise, mas, que o voto dela pode mudar a situação na qual se encontra, porque quem compra voto com certeza não busca melhorias para a sociedade.”

 

Veja as fotos exclusivas, clicadas por Eduardo Romano:

 

 

 

 

 

 

.

Algum comentário?
13/12/2018 07:26:41