Tag Archive

2013 agenda amor aniversário beleza brasil carnaval casal cinema colunista concurso copa cultura decoração desfile diesel ensaio entrevista especial evento famosos festa filme fotos gastronomia globo lançamento livro Moda mogi música namorados natal noite peça premio primavera revista saúde show spfw suzano são paulo teatro verão

SH’BAM™ na Fitness Center Suzano

SH’BAM™é uma aula de ginástica feita para se divertir! Com músicas que estão nos topos das paradas e com movimentos simples e modernos, o ritmo foi criado para dançar com uma facilidade que nunca imaginou! É perfeito para acabar de vez com qualquer medo ou timidez de participar de aulas de ritmos na sala de ginástica. A trilha sonora traz hits do momento e também clássicos daqueles que todo mundo conhece, de flash backs ou ritmos latinos. Na última sexta-feira (25), a Fitness Center Suzano promoveu a aula especial “Sh’bam Sensations” com o comando da instrutora Caroline Santos. As alunas se vestiram de branco e a animação tomou conta da aula. Ou seja, o principal é ganhar saúde se divertindo.

 

Se você ainda não conhece o SH’BAM™, deixe a preguiça de lado e faça uma aula experimental. A Fitness Center Suzano fica na Alameda Armando Alcântara, 750, Jardim Imperador, em Suzano. Acesse a página da academia no facebook: www.facebook.com/fitnesscenter.suzano.

 

Fotos: Eduardo Romano

 

IMG_9413

 

IMG_9406

 

IMG_9399

 

IMG_9390

 

IMG_9370

 

IMG_9335

 

IMG_9309

 

IMG_9292

 

IMG_9290

 

IMG_9284

 

IMG_9283

Dicas para quem quer começar a correr

Quer começar a correr e não sabe como dar aquele pontapé inicial? A personal trainer Viviane Vianna listou dez dicas essenciais para quem deseja praticar a atividade, mas tem medo do corpo não dar conta do recado. De acordo com a especialista, é fundamental fazer o corpo se adaptar aos poucos ao exercício, para evitar lesões. Outro conselho importante é jamais usar roupas pesadas para aumentar a transpiração: a personal alerta que esta prática, além de não emagrecer, pode ser perigosa. Confira a lista completa:

 

– Procure um profissional da área de saúde (fisioterapeuta,ortopedista ou educador físico) para identificar possíveis potenciais lesivos e também padrões errados na forma de correr.

 

– Evite usar tênis velho. Se estiver muito desgastado, o sapato pode não absorver bem o impacto durante a corrida, o que pode provocar lesões no joelho, quadril e coluna.

 

– Cuidado com o tênis frouxo. Se não estiver bem preso aos pés, o calçado também pode provocar “canelite”, como é chamada a tendinite do músculo da perna.

 

– Principalmente no começo, evite correr todos os dias. A falta de preparo e costume pode provocar tendinites, bursites e lesões articulares como condropatia patelar.

 

– Iniciantes também devem intercalar caminhada e corrida. Uma boa fórmula é a seguinte: para cada cinco minutos de caminhada, fazer um minuto correndo, repetindo a série pelo menos quatro vezes. Assim, o corpo terá mais facilidade de se adaptar à nova atividade.

 

– Mesmo para quem já está habituado a correr, é indicado intercalar a corrida com outra atividade, como a bicicleta. Se não for possível, intercale treinos mais fortes com mais leves.

 

– Nunca se esqueça do aquecimento antes de começar a correr. Vale tanto alongamentos leves como uma caminhada antes da corrida. Se a musculatura e as articulações estão frios, a probabilidade de lesões musculares como contraturas é maior.

 

– Se possível, mude o terreno da corrida. Grama, areia, esteira e asfalto são opções. Dessa forma, a probabilidade de lesões por estresse diminui.

 

– Procure fazer exercícios voltados para o fortalecimento e o alongamento dos membros inferiores para evitar lesões musculares, como estiramentos e lesões articulares.

 

– Além do calçado apropriado, a roupa também é essencial. Roupas leves com tecidos específicos são as mais indicadas. Jamais utilize roupas pesadas para aumentar a transpiração: isso não emagrece e apenas provoca a perda de líquido. A desidratação pode provocar lesões musculares e até desmaios.

 

Uma boa academia com ótimos profissionais é a melhor saída para começar a se exercitar com qualidade. Se você ainda não conhece a Fitness Center em Suzano, faça uma visita e confira os métodos e os equipamentos de última geração. A academia fica na Alameda Armando Alcântara, 750, no Jardim Imperador em Suzano. Acesse o site agora mesmo: http://www.fitnesscentersp.com.br/2010

 

.

A diferença entre cirurgias plásticas em mulheres e homens

 

Homens que se submetem a procedimentos estéticos normalmente desejam mudanças sutis, para que o resultado seja o mais natural possível e perceptível apenas para os mais próximos. Tornou-se cada vez mais comum os homens, de variadas faixas etárias e variados estilos de vida, procurarem o auxílio de médicos e cirurgiões plásticos devido a motivos estéticos – sejam eles por causa da intenção de melhorar sua apresentação profissional ou com o objetivo de uma melhor aceitação pessoal. Diferentemente das mulheres, os homens que vão à procura de cirurgiões plásticos, geralmente desejam resultados mais sutis, sem grandes mudanças.

 

A procura por um nariz harmônico com o rosto, sem muitas mudanças, por exemplo, assim como a procura por um rejuvenescimento na face, uma cintura mais reta e sem ‘pneuzinhos’, um abdome mais trabalhado, sem a presença da “barriguinha”, são alguns dos procedimentos mais realizados por eles, comenta o Dr. Alderson Luiz Pacheco, cirurgião plástico da Clínica Michelangelo, de Curitiba. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, os homens tornaram-se 30% do público que procura procedimentos estéticos; número que, até cerca de cinco anos atrás, era de 5%. Isso mostra que o homem brasileiro está fazendo com que o preconceito contra ele diminua cada vez mais quando o assunto é vaidade, exalta Pacheco, que acrescenta que os homens ainda costumam pedir segredo na hora de realizar uma cirurgia, mas que isso não é mais um fator decisivo para não realizar um procedimento. Apesar de decidirem se submeter a alguma cirurgia, muitos homens ainda vão aos consultórios acompanhados das esposas, para que as pessoas na sala de espera não saibam que é ele quem irá passar por um procedimento. Em geral, eles pedem mais segredo que as mulheres, pois muita gente ainda tem certo preconceito sobre assuntos que envolvem a vaidade masculina, diz o especialista.

 

Hoje em dia já existe a conscientização de que se cuidar com saúde e vaidade é importante e direito de todos, e, por isso, esse preconceito deve diminuir ainda mais com o passar do tempo. Cirurgias mais procuradas e as diferenças entre os procedimentos em homens e mulheres. Tecnicamente, os procedimentos são os mesmos tanto nas cirurgias em homens quanto em mulheres. As diferenças ficam nos detalhes: nos homens é preciso respeitar a presença de barba e pelos na face, por exemplo. Além disso, a pele do homem é aproximadamente 25% mais espessa e rica em colágeno do que a das mulheres, por isso as rugas aparecem mais tarde – e, quando parecem, são mais profundas e marcadas. Por causa dessas características, a cirurgia plástica pode vir a ser mais complexa, já que os homens costumam sangrar e inchar um pouco mais. Isso pode fazer com que a recuperação seja um pouco mais demorada, ressalta o cirurgião. Pacheco comenta que as cirurgias mais realizadas pelos homens são a lipoaspiração, a abdominoplastia, a otoplastia (correção das orelhas de abano), a rinoplastia (cirurgia no nariz, muitas vezes como complemento de procedimentos realizados devido a problemas de saúde, como o desvio de septo, por exemplo), a ginecomastia (correção das mamas masculinas), e demais cirurgias na face, como a blefaroplastia, procedimento nas pálpebras, – na bolsa sob os olhos e no pescoço.

 
Doutor Alderson Luiz Pacheco
(CRM-Pr 15715) Cirurgião Plástico

10 dicas para atingir os resultados esperados nos exercícios físicos

Chegou o verão! Na maioria da vezes as pessoas querem se preparar e fortalecer a malhação para estar bem nesta época do ano. Mas nunca é tarde. Aproveite a renovação do planos para um novo ano e comece com um novo ritmo de cuidado com o corpo. Confira 10 dicas muito úteis para um bom treino. Além disso, se você ainda não encontrou ou decidiu um bom lugar para malhar, visite a Fitness Center em Suzano. Você vai encontrar um ambiente familiar, gostoso e ótimos equipamentos e profissionais.

 

1. Não faça exatamente a mesma coisa, dia após dia:

Ao realizar sempre os mesmos tipos de exercícios, o corpo não se sente mais desafiado. Assim, o nível de condicionamento físico se mantém fixo, e você ainda fica sujeito a lesões por esforço repetitivo. Varie sempre seus treinos, varie na intensidade e na duração de suas sessões.

 
2. Não pule o pré-aquecimento nem o alongamento:

Jamais esqueça do pré-aquecimento e do alongamento muscular. Exercícios de aquecimento orgânico geral (ou pré-aquecimento) e o alongamento são importantes para preparar os músculos, prevenir lesões e manter a postura adequada. Realize atividades que acelerem o metabolismo no início das atividades e realize de cinco a dez exercícios de alongamento, visando principalmente os maiores grupos musculares. Realize este alongamento ao final de cada prática de atividade física, enquanto a musculatura ainda está aquecida também. Mantenha cada alongamento por cerca de 15 a 30 segundos, de acordo com seus objetivos.

 

3. Não Treine além do seu limite:

Quando se fala em segurança e eficácia, não importa quanto peso você levanta, quanto você corre, quantos minutos você caminha, mas sim como são feitas essas atividades. Um dos maiores erros cometido pelas pessoas que fazem musculação, por exemplo, é realizar os exercícios rapidamente, sem nenhum controle e ainda, na fase de retorno a posição inicial do exercício (fase “excêntrica” do movimento) “soltam” o peso de forma que a gravidade passa a atuar e os músculos se relaxam. Em vez disso, realize cada repetição de maneira lenta e controlada para assegurar que os músculos é que estão fazendo o trabalho em todas as fases, e não a referida ação gravitacional. Para que se obtenha resultados significativos é importante que a fase excêntrica (a favor da gravidade), seja mais duradoura ou pelo menos igual a fase concêntrica (contra a gravidade).

 

Sppining na Fitness Center

 

 

 

4. Evite o treinamento excessivo (Over training):

Existem pessoas que acham que quanto mais se treina, melhor. Errado! Praticar exercícios intensos diariamente pode trazer efeitos deletérios, como a distensão muscular, a perda de “massa magra” (processo catabólico) e até mesmo uma regressão no nível de condicionamento. Se você é iniciante, comece devagar. Três dias por semana é seguro e eficaz. Se você é experiente, faça exercícios cardiovasculares não mais do que 5 a 6 horas por semana, no máximo 60 minutos por sessão/ dia. A musculação trabalhando os mesmos grupos musculares deve ser feita não mais do que três dias por semana. Exercite os grupos musculares em dias alternados. Somente dessa forma você poderá se livrar de um “over training”, tão comum em atletas de alto nível.

 

 

5. Seja constante em seu treinamento:

Mudança muito freqüente diminui os benefícios de qualquer programa de exercícios. Uma rotina de “começa e para” não só é ineficaz, como também aumenta o risco de lesões. O fator mais importante para alcançar os resultados desejados é ser coerente com o exercício. Seja realista com a sua rotina de exercícios e respeite os horários!

 

 

6. Não ignore os sinais do corpo:

Praticar atividade física com dor não é uma boa ideia. É normal ao longo do exercício sentirmos um cansaço, ou até mesmo algumas dores localizadas. Porém se ao praticar algum exercício você sente um desconforto que dure mais que dois a três dias, ou ainda, fica pior progressivamente, e interfere na sua rotina diária, alerte seu treinador, interrompa o programa de treinamento e consulte um médico, imediatamente.

 
Fitness Center

 

 

7. Descanse seu corpo diariamente:

É fundamental que descanse seu corpo de forma adequada diariamente. Descubra quantas horas você precisa para se sentir recuperado de um dia para o outro, tente seguir uma rotina de descanso. Se você dorme normalmente às 23h e acorda as 6h40, e seu corpo fica 100% recuperado, tente fazer isso com regularidade, pois esse tipo de conduta é um dos grandes alicerces de um treinamento de sucesso.

 

 

8. Pratique exercícios que realmente gosta:

Em qualquer área de nossas vidas, é muito mais fácil sermos bem sucedidos fazendo co que gostamos. Por mais que se diga, “eu não gosto de fazer nenhum exercício”, você sempre encontrará alguma atividade que lhe atraia mais do que ter uma barriga “do tamanho do mundo”. É questão de prioridades, do que você gosta mais: Caminhar um pouco todos os dias ouvindo uma música, curtindo a paisagem, distraindo-se e vivendo até os 60, 70, 80 anos ou ser completamente sedentário e ao longo dos anos aumentar as probabilidades de ter um AVC, uma parada cardíaca, um derrame, algo parecido e “de quebra” ainda ganhar uma “barriguinha” generosa, dia-a-dia?

 
9. Faça seus exercícios com prazer:

Você tem 3 possibilidades quando falamos em treinamentos: Não fazer, fazer com má vontade (fazer por fazer), ou fazer com ânimo e disposição. Não pense que existe somente a diferença entre fazer e não fazer, pois a forma com que você realiza seus exercícios é fundamental para sucesso de seu treinamento. Quando você realiza seu treino de sem prazer, seu corpo não o aproveita na plenitude, assimilando somente o básico de sua sessão. Em contrapartida quando você faz com prazer, se atenta em todos os detalhes e chega ao ponto de ter ganhos em pequenos detalhes cotidianos.

 

10. Atente-se a sua alimentação:

Pouco adianta treinar diariamente se o “combustível” dado para sua “máquina”, o seu corpo, for inadequado. Alimente-se de forma saudável, busque orientação nutricional, pois para um treinamento ser completo precisa ter uma boa alimentação, uma boa série de exercícios e um bom descanso entre sessões. E como já falei anteriormente, somente aliando esses 3 fatores é que teremos realmente nossos objetivos e metas alcançadas através da atividade física regular.

 

298178_257614747609311_1480642688_n

 

As dicas tem o apoio do site www.cintrapersonal.com.br e da academia Fitness Center Suzano, acesse o site e faça uma visita www.fitnesscentersp.com.br.

 

.

Os 10 piores alimentos para o corpo humano

A nutricionista Michelle Schoffro Cook fez uma lista com os alimentos mais danosos à saúde, e que podem ser facilmente encontrados nas prateleiras de todos os supermercados e cantinas de escolas. De refrigerante ao sorvete, confira o top 10 que deve ser evitado:

 

 

10º – Sorvete

Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, ele contém altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e de saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.

 

sorvete1

 

 

9º – Salgadinho de Milho

Desde o surgimento dos alimentos transgênicos, a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Esse alimento pode causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor, ganho de peso e irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.

Salgadinhos

 

 

8º – Pizza

A nutricionista Michelle destaca que nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas com farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue

 

pizza

 

7º – Batata frita

Contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se tornam rançosos na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo.

 

batata frita

 

 

6º – Salgadinho de batata

Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.

 

Salgadinho de batata

 

5º – Bacon

Segundo a nutricionista, o consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.

bacon

 

 

4º – Cachorro quente

Um estudo da Universidade do Havaí, também nos EUA mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebês. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.

 

cachorro-quente-f8-8098

 

 

 

3º – Donuts (rosquinhas)

Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans, “o pior tipo de gordura que você pode ingerir”, alerta a nutricionista. Essas substâncias estão relacionadas a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contêm, em média, 300 calorias cada.

 

Donuts

 

 

2º – Refrigerante

De acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola, uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos. “Somente isso já deveria fazer você repensar seu consumo de refrigerantes”, diz a nutricionista. Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, ela informa que os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas. Existe ainda a questão dos refrigerantes como Coca-cola e Pepsi que utilizam o corante 4-metil-imidazol (4-MI), produto presente no corante Caramelo IV e classificado como cancerígeno nos Estados Unidos. A Coca-Cola comercializada no Brasil contém a maior concentração da substância no mundo.

 

refrigerante

 

 

 

1º – Refrigerante Diet

“É a minha escolha para o pior alimento de todos os tempos”, diz Michelle. Segundo a nutricionista, além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte. “Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, pólio. É por isso que eu dou ao refrigerante diet o prêmio de pior alimento de todos os tempos”, conclui.

 

No Brasil, para piorar, o mais prevalente em bebidas Zero é o ciclamato de sódio, que é ainda pior que o aspartame, sendo proibido em diversos países, incluindo os EUA. Diversos estudos demonstraram que o ciclamato de sódio seria cancerígeno. Veja ainda este post sobre como o Deputado Dr. Talmir (PVSP) tentou em 2010 expor o problema do Ciclamato de Sódio no plenário da Câmara. A Coca Zero também foi proibida na Venezuela por conter níveis muito altos de Ciclamato.

 

.

 

 

5 dicas para acabar com efeito sanfona

No livro “Emagreça e Saiba Como” (Editora Best Seller, 97 páginas, R$20), o médico e consultor do programa Bem Estar (TV Globo), Alfredo Halpern explica como alcançar os resultados desejados e evitar o temido efeito sanfona. A seguir, veja informações extraídas da publicação para emagrecer e não voltar a engordar:

 

1 – Tenha metas reais
Não adianta desejar ter o peso de 20 anos atrás e achar que será muito fácil mantê-lo sem sacrifícios desanimadores. Para o especialista, é preciso encarar a realidade e desejar emagrecer o suficiente para ter um peso possível de alcançar e manter por muito tempo.

 
2 – O organismo se acostuma ao novo peso
Atingir o peso ideal é apenas uma parte do processo. Para o médico, quando uma pessoa emagrece e mantém o novo peso por um bom tempo, o organismo se adapta a esta novidade e é mais difícil recuperar os quilos eliminados. Quanto mais tempo, melhor. Uma dica simples para saber quanto tempo é preciso para que o corpo se acostume com o emagrecimento é imaginar o número de meses equivalente aos quilos eliminados. Isto significa que, se você perdeu dez quilos, precisa ficar dez meses sem que o ponteiro da balança sofra alterações.

 

3 – Não tenha pressa
Emagrecer faz bem para a saúde e a autoestima, mas é preciso ir com calma para alcançar os objetivos de forma saudável. No livro, Alfredo explica que grandes perdas de peso em pouco tempo prejudicam o organismo e, em geral, implicam na rápida recuperação dos quilos perdidos. Isto não é, de longe, o ideal de quem mantém a dieta e pratica exercícios físicos regularmente. Portanto, tenha calma para chegar lá.

 

4 – Encontre a sua dieta ideal
Cada pessoa deve encontrar o programa alimentar que combine com seu estilo de vida. No livro, Alfredo indica o sistema de pontos, com direito a tabela para calcular o cardápio diário. A dica principal é anotar absolutamente tudo o que comer até se acostumar com a equivalência dos alimentos e saber exatamente aquilo que pode ou não colocar no prato.

 
5 – Não seja radical
Para você, fazer dieta é colocar um cadeado na boca? Na publicação, o médico explica que o ideal é não se privar de um alimento quando a vontade de consumi-lo for intensa. Coma uma porção não muito exagerada e tente compensar a ingestão de calorias comendo alimentos mais saudáveis na próxima refeição.

 

Fonte: GNT

 

.

Eles parecem saudáveis, mas não são!

Barrinha de cereais, leite de soja e peito de peru são apenas algumas opções que você compra pensando na saúde do seu filho. Apesar da cara de nutritivos, cuidado: é preciso consumi-los com moderação.

 

1 – Barrinha de cereais

Elas prometem ser uma ótima opção para o lanche das crianças porque são práticas de armazenar e contêm fibras – nutrientes que aumentam a sensação de saciedade, dão energia e ajudam no funcionamento do intestino e na absorção de gorduras. Pelo menos na teoria. Especialistas alertam que muitas das barrinhas de cereais que existem no mercado são, na verdade, ricas em açúcar e sódio. Para saber se a que você compra é assim, compare os ingredientes que estão no rótulo. O que vem primeiro é o que está em maior quantidade, então procure marcas em que a fibra esteja no começo da lista. Prefira as de fruta, que são menos gordurosas, e as que contêm flocos de milho, mel, aveia e castanhas.

 

2 – Suco de caixinha

Algumas dessas bebidas, também chamadas de néctar de fruta, têm tanto quanto ou até mais açúcar do que os refrigerantes. São até duas colheres de sopa a cada 200 ml, além de uma quantidade grande de sódio, substância que, em excesso, pode sobrecarregar os rins e aumentar as chances de a criança ter pressão alta no futuro. Os corantes e aromas também aparecem no suco de caixinha (inclusive nos de soja), ou seja, mais química ainda. A saída é alterná-lo com o suco natural (ou água mesmo!). Você pode dar o industrializado no lanche, por exemplo, e o caseiro, no jantar. Na lancheira térmica, o suco natural dura até três horas sem estragar. Para aumentar a duração da bebida, misture-a com água de coco, que retarda o processo de oxidação, é um hidratante natural e não tem muito sódio nem na versão das prateleiras. Outra alternativa são os sucos prontos integrais, que não têm açúcar e só precisam ser dissolvidos em água. Mas não abuse. Qualquer tipo de suco deve ser consumido no máximo duas vezes ao dia, pois são calóricos – pense que, para fazer apenas um copo do de laranja, é preciso três frutas!

 

3 – Peito de peru

Apesar de ser visto como uma alternativa melhor do que o presunto, os dois têm a mesma quantidade de sódio e gordura porque são uma mistura de carne e pele (eca!) do animal. Para conservar o produto, as indústrias usam nitritos e nitratos, substâncias químicas que, segundo algumas pesquisas, podem causar câncer se consumidas por muito tempo. Por isso, libere esses alimentos embutidos ou processados (e, nessa categoria, entra também a salsicha e a mortadela) apenas uma vez por semana, de preferência a versão sem capa de gordura.

 

4 – Bisnaguinha

Ela é molinha e fofinha graças a muuuita gordura hidrogenada! Esse tipo de pão é feito de farinha branca e açúcar, ou seja, tem poucos nutrientes e nada de fibras. Não faz mal oferecê-lo uma vez por semana, mas, nos outros dias, opte pela versão integral ou de fôrma, recheando com requeijão ou até geleia, contanto que seja sem açúcar. Os pães de padaria ou feitos em casa, naquelas panificadoras portáteis, também são ótimos substitutos, pois têm menos conservantes. Outra opção rápida e saudável: minipizza de pão sírio! Chame seu filho para ajudar você a montar essa delícia com muçarela de búfala, queijo prato ou queijo branco, tomate – pode ser o cereja, que as crianças adoram – e algumas folhinhas de manjericão fresco. Aí, é só colocar no forno em fogo baixo por 15 minutos e se deliciar.

 

5 – Frozen yogurt

Eles parecem saudáveis por conta do iogurte, que tem pouca gordura e é fonte de cálcio. Realmente são uma boa opção, mas só se a marca de frozen usar iogurte de verdade em sua formulação. “Esse ingrediente é bom porque é natural e não tem aromatizante”, explica Santhi Karavias, do projeto Lancheira Saudável (SP). Em 2011, o Proteste analisou oito lojas e constatou que apenas uma usava mesmo a bebida láctea, enquanto as outras misturavam sorvete comum ou à base de iogurte. “Esses últimos têm gordura saturada e trans, que aumentam o colesterol ruim e ainda diminuem o bom”, completa Santhi. Para se proteger dos “falsos”, analise o rótulo (quando tiver) e pergunte a porcentagem de gordura (quanto mais próxima de zero, melhor). Ah, e controle as coberturas escolhidas pelo seu filho, que costumam ser uma bomba calórica.

 

6 – Empanados de frango 

Parece carne de frango, mas o empanado é o que os nutricionistas chamam de compensado, uma mistura de ingredientes nada nutritivos, como partes de frango, pele, farinha e leite em pó. Então, mesmo que você faça assado em vez de frito, ele não é saudável. Para piorar, o que dá gosto à mistura é o glutamato monossódico. “A substância realça o sabor e interfere no paladar da criança, deixando a papila gustativa acostumada a esse tipo de alimento”, conta a nutricionista funcional Gabriela Maia, do Rio de Janeiro. Muitas vezes o empanado industrializado é usado como substituto da carne de boi ou de frango, que são proteínas completas. Só que eles não são equivalentes. Uma opção é fazê-lo em casa. Não tem tempo? Então, para suprir a quantidade de proteínas da carne, que tal cozinhar cerca de quatro ovos de codorna? O preparo vai levar os mesmos cinco a dez minutos.

 

7 – Produtos light e diet

Se você tinha a impressão de que poderia consumi-los sem restrições, esqueça! Para crianças, os diet e os light são indicados apenas em casos de doenças como obesidade e diabetes. Achar que eles podem ser servidos à vontade, já que têm menos açúcar e gordura, é um erro. “Isso porque o fabricante adiciona sódio para manter o sabor. Então, melhor ingerir uma quantidade menor da versão tradicional do que o dobro da light”, orienta Virginia Weffort, nutróloga do Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). E a criança precisa de energia para crescer, então não é indicado tirar totalmente o açúcar da dieta – lembrando que ele é encontrado em vários alimentos, como frutas e massas.

 

 

Eles são saudáveis, quem diria…

 

Atum enlatado
A versão conservada em água em vez de óleo é fonte de ômega 3 e tem gordura boa. Bom substituto para os embutidos.

 

Legumes congelados
São práticos e têm boa conservação de nutrientes e fibras. O congelamento faz com que percam apenas um pouco de vitamina C.

 

Pipoca
É rica em fibras e substâncias antioxidantes, que podem prevenir até câncer. Mas preste atenção no preparo: de micro-ondas não vale. Faça na panela com um fio de óleo vegetal. E não exagere no sal!

 

Fonte: Crescer

 

.

O que falta no corpo?

Os sintomas que o nosso corpo apresenta revelam alimentos que o organismo pode estar sentindo falta. Confira abaixo dados de uma pesquisa nutricional que mostra os sintomas, as vitaminas necessárias para combatê-los e onde encontrar essas vitaminas:

 

 

1. DIFICULDADE DE PERDER PESO
O QUE ESTÁ FALTANDO: ácidos graxos essenciais e vitamina.
ONDE OBTER: semente de linhaça, cenoura e salmão – além de suplementos específicos.

 

2. RETENÇÃO DE LÍQUIDOS

O QUE ESTÁ FALTANDO: na verdade um desequilíbrio entre o potássio, fósforo e sódio.
ONDE OBTER: água de coco, azeitona, pêssego, ameixa, figo, amêndoa, nozes, acelga, coentro, semente de linhaça e os suplementos.

 

3. COMPULSÃO A DOCES

O QUE ESTÁ FALTANDO: cromo.
ONDE OBTER: cereais integrais, nozes, centeio, banana, espinafre, cenoura + suplementos…

 

4. CÂIMBRA, DOR DE CABEÇA

O QUE ESTÁ FALTANDO: potássio e magnésio
ONDE OBTER: banana, cevada, milho, manga, pêssego, acerola, laranja e água.

 

5. DESCONFORTO INTESTINAL, GASES, INCHAÇO ABDOMINAL

O QUE ESTÁ FALTANDO: lactobacilos vivos
ONDE OBTER: coalhada, iogurte, missô, Yakult e similares…

 

6. MEMÓRIA RUIM

O QUE ESTÁ FALTANDO: acetil colina, inositol.
ONDE OBTER: lecitina de soja, gema de ovo + suplementos.

 

7. HIPOTIREOIDISMO (PROVOCA GANHO DE PESO SEM CAUSA APARENTE)

O QUE ESTÁ FALTANDO: iodo.
ONDE OBTER: algas marinhas, cenoura, óleo, pêra, abacaxi, peixes de água salgada e sal marinho.

 

8. CABELOS QUEBRADIÇOS E UNHAS FRACAS

O QUE ESTÁ FALTANDO: colágeno.
ONDE OBTER: peixes, ovos, carnes magras, gelatina + suplementos.

 

9. FRAQUEZA, INDISPOSIÇÃO, MAL ESTAR

O QUE ESTÁ FALTANDO: vitaminas A, C, E e ferro.
ONDE OBTER: verduras, frutas, carnes magras e suplementos.

 

10. COLESTEROL E TRIGLICERÍDEOS ALTOS

O QUE ESTÁ FALTANDO: Ômega 3 e 6.
ONDE OBTER: sardinha, salmão, abacate, azeite

 

 

.

 

 

 

.

Como preparar um cardápio semanal de lanche escolar

Após a variação habitual nos cardápios das famílias brasileiras no período de férias escolares, a volta às aulas traz com ela a volta à rotina. Neste novo ano, vale a pena investir na saúde do seu filho, preparando uma lancheira nutritiva e variada para garantir que as crianças se alimentem bem o ano todo.

 

O pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz e criador do portal Pediatria em Foco (www.pediatriaemfoco.com.br), dr. Marcelo Reibscheid, ensina algumas receitas práticas e saborosas para montar uma lancheira saudável durante toda a semana, o que garante melhor organização e otimização do tempo, ideal para pais que passam longo período do dia fora de casa.

 

Na segunda-feira, o sanduba legal, preparado com pão integral, frango desfiado e patê de iogurte, abre a semana acompanhado de água de coco em caixinha ou sucos naturais.

 

Para variar, prepare uma salada de frutas divertida na terça-feira, com três tipos de frutas da época e meio copo de suco de laranja.

 

“A alimentação saudável é importante para o desenvolvimento de qualquer criança, mas liberar uma guloseima uma vez na semana não faz mal algum e estimula a criança a seguir o cardápio”, explica o especialista.

 

Seguindo a dica do pediatra, reserve a quarta-feira para liberar um doce ou refrigerante à escolha da criança. Tente fazer desse um momento de interação com o filho, mostrando a ele que suas vontades e opiniões também são importantes. Para o lanche, aposte em um beirute do bem, preparado com uma colher (sobremesa) de cream cheese, uma fatia de peito de blanquet de peru, uma fatia de pão sírio integral, uma colher (sobremesa) de cenoura ralada, uma folha de alface e duas folhinhas de rúcula picada.

 

lanchinho de marguerita entra na quinta-feira preparado com uma fatia de pão de forma integral, uma fatia média de queijo branco, uma fatia de tomate picado e uma pitada de orégano e manjericão. Essa opção combina com água de coco, que pode ser natural ou de caixinha.

“Na sexta-feira, chame seu filho para ajudar na cozinha. Ofereça a ele alimentos saudáveis e dê a liberdade para que ele monte o próprio sanduíche e escolha o sabor de seu suco de frutas”, sugere Reibscheid.

 

Lembre-se de sempre colocar uma garrafinha de água na mochila. A higiene diária da lancheira e o armazenamento dos alimentos também são importantes. Prefira lancheiras térmicas.

 

 

.

Homens também podem ter câncer de mama

O dia mundial do câncer é celebrado todo dia 4 de fevereiro em muitos países no mundo todo. A data foi sugerida por iniciativa da União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), que visa evitar milhões de mortes a cada ano, por meio do aumento da consciência e da educação sobre a doença.

 

O câncer é a principal causa de morte e provocou 7,6 milhões de mortes em 2008, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Apesar disso, estima-se que um terço dessas mortes poderiam ter sido evitadas com a detecção precoce, com a prevenção e com os tratamentos existentes. O câncer pode surgir em qualquer parte do corpo, entretanto alguns órgãos são mais afetados do que outros. Entre os mais prejudicados estão o pulmão e a mama, porém cada órgão pode ser alvo de tipos diferentes de tumor, sendo eles mais ou menos agressivos.

 

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, é também o mais comum entre as mulheres, correspondendo a 22% dos novos casos a cada ano. Segundo dados do INCA, o câncer de mama totalizou 12.852 mortes no ano de 2010.

 

Ao contrário do que se pensa o câncer de mama também afeta os homens, apesar de ser mais raro entre o sexo masculino. Dados provenientes do INCA apontam que a proporção entre homens e mulheres é de 1 caso masculino, para cada 100 casos femininos da doença.  Em relação à faixa etária em que essa doença se manifesta nos homens, geralmente é entre os 50 e os 60 anos que o câncer de mama masculino começa a aparecer.

 

Diferente de muitos casos de câncer mamário feminino, a doença é detectada na maioria das vezes em um estágio mais avançado nos homens. O principal motivo dessa demora no diagnóstico, segundo especialistas, é o preconceito por essa doença ter as mulheres como alvo na grande maioria das vezes, e a falta de conscientização sobre a importância dos exames de rotina. Entre as principais causas dessa doença nos homens, estão as alterações genéticas, hormonais, alimentação rica em gorduras e excesso de álcool ingerido, além disso, o uso de anabolizantes ou de hormônios também são fatores importantes para o desenvolvimento dessa doença.

 

O tratamento do câncer de mama no homem, assim como na mulher, depende do estágio em que o paciente se encontra, depois do autoexame e da mamografia, é efetuada a cirurgia para retirada da mama e, quando necessário, complementa-se com quimioterapia ou radioterapia.

 

No sexo feminino é possível realizar a reconstrução da mama, que pode ser feita com retalhos de tecidos e implante de prótese mamária. Nos homens essa reconstrução também é possível, afirma Dr. Alderson Luiz Pachecho, cirurgião plástico. “No homem, devido à sua anatomia torácica, não há necessidade de reconstrução do volume e as técnicas têm como objetivo o melhor resultado estético da região peitoral, o adequado posicionamento das cicatrizes finais e o fechamento da ferida cirúrgica”, explica o especialista.
Dr. Pacheco comenta que de maneira geral os homens procuram realizar a cirurgia de exerese da galdula mamária ou ginecomastia, justamente pelo resultado estético da região e pela reconstituição da anatomia local, o que causa consequentemente a reabilitação física e social do paciente.

 

É importante ressaltar que independente do sexo as pessoas devem se autoexaminar para que possam identificar alguma irregularidade na mama, além disso, a prática de exercícios físicos juntamente a uma alimentação balanceada são os maiores aliados na prevenção dessa doença.

 

Acesse: http://www.alplastica.com/