ENTREVISTA – Marcela Paiva

Postado em 20 de outubro de 2019

 

Vice-campeã brasileira – A suzanense Marcela Paiva se prepara para o Campeonato Mundial que será em setembro de 2020

 

Sempre praticou esportes?

Marcela Paiva – Treinava natação quando criança, mas durante toda adolescência me afastei do esporte. Depois que minha filha nasceu, motivada a ser exemplo para ela, comecei a correr, depois pedalar, nadar, e assim o triathlon entrou na minha vida. Me apaixonei tanto, que mudei de profissão e hoje o esporte faz parte da minha vida.

 

Quais os desafios que teve de enfrentar para ser uma atleta de alto rendimento?

Marcela Paiva – O maior desafio sem dúvida é conciliar os treinos com estudo, trabalho, e o papel de ser mãe, mulher, filha, dona de casa, tudo ao mesmo tempo. Precisamos aprender a fazer tudo isso bem e feliz mesmo que cansados.

 

Como foi o seu preparo para o Campeonato Brasileiro de Aquathlon realizado no último final de semana no Rio de Janeiro?

Marcela Paiva – Faço de dois a três treinos por dia, entre natação, corrida, ciclismo e o treinamento funcional. É um grande desafio, mas com certeza um grande prazer também. Eu amo treinar.

 

É difícil conseguir apoio?

Marcela Paiva – Muito. No Brasil o atleta amador é pouco reconhecido.

 

 

Quem são os seus apoiadores?

Marcela Paiva – Hoje o meu apoio vem dos meus pais e da Runners Suzano, equipe que treino e trabalho. Com certeza hoje o maior incentivo que tenho é do Paulinho (Paulo Adriano Campos) da Runners Suzano, que é meu amor e treinador, e me motiva diariamente a seguir em frente. E do Thiago Caldas, que é meu professor de natação, quem me apresentou o esporte, e está sempre me fazendo acreditar que posso ir além. Agora vamos trabalhar para conseguir apoio para ir para o Campeonato Mundial.

 

Imaginava um dia ser vice-campeã brasileira em uma modalidade esportiva?

Marcela Paiva – Nunca nem passou na minha cabeça. Quando vi o resultado foi impossível não me emocionar. Passou um filme na cabeça. Quando comecei o desafio era conseguir correr 2km sem parar, e hoje tenho um Ironman no currículo e um título de vice-campeã brasileira.

 

Preparada para ser campeã mundial na Holanda, em 2020?

Marcela Paiva – Antes de subir ao pódio falei para o Paulinho e para o Thiago que não estava acreditando que participaria de um Campeonato Mundial. E os dois na hora me responderam “participar não, você vai lá para ser campeã mundial”. Isso entrou em minha cabeça tão forte, que é com esse pensamento que começo o ciclo de treinos. Vou para ser campeã. Em setembro de 2020, conto com a torcida e pensamento positivo de todos.

 

Como será o seu preparo?

Marcela Paiva – Confio muito na periodização que a Runners Suzano faz para mim. O grande desafio é conseguir cumprir todos os treinos, alimentação regrada, e ainda conseguir descansar. Pretendo chegar a um nível de condicionamento físico que nunca tive, e poder representar nossa cidade, Estado, País da melhor forma possível.

 

 

Jogo Rápido

Um lugar

Minha casa

 

Um cheiro

Do mar

 

Uma cor

Azul

 

Um filme

Forrest Gump

 

Um livro

Manual do Guerreiro da Luz

 

Um momento

Nascimento da Elis

 

Uma música

Maria Maria

 

Um homem

Meu pai, Florêncio de Paiva

 

Uma mulher

Minha mãe, Magary Takabatake de Paiva

 

Deus

Acima de tudo

 

Algum comentário?
10/08/2020 09:09:25