Vinho – Um toque de classe

Postado em 10 de fevereiro de 2019

 

Como consumir vinhos e espumantes no verão.

 

Existem informações que, erroneamente, levam a crer que o consumo de vinhos e espumantes é cheio de regras – como os mitos de que vinho tinto só combina com inverno e espumante não pode ser servido com gelo na taça. Por isso, a melhor fonte de informação é ouvir um perito no assunto. O enólogo Ricardo Morari – que assina os principais rótulos da Cooperativa Vinícola Garibaldi (marca brasileira mais premiada em 2018) – compartilha dicas para otimizar a degustação de vinhos brancos, tintos e espumantes durante o verão.

 

Vinho tinto

Não é nenhum absurdo consumir vinhos tintos no verão, porém, é importante ter em mente que, nesta época do ano, a temperatura ambiente (considerada a ideal para apreciar os tintos), geralmente está muito alta. Portanto, o vinho será melhor apreciado se for refrigerado por certo período, para que não esteja a uma temperatura tão elevada. Prefira bebidas mais jovens, que são as mais indicadas para o verão por geralmente apresentarem conteúdo tânico e teores alcoólicos menores, tornando-se mais frescas.

 

A temperatura ideal para esse tipo de vinho varia entre 08ºC e 14ºC, sendo que o mais indicado é mantê-lo na geladeira por uma hora antes de abrir. Para harmonizar sem erro, aposte em pratos de estrutura mediana, como carnes vermelhas grelhadas (evitando as de caça) e massas com molhos suaves. Também vale degustar acompanhado de uma tábua de frios durante o happy hour.

 

Sugestão do enólogo: Granja União Cabernet Franc. Leve, jovem, com taninos macios e acidez equilibrada, esse tinto seco apresenta coloração vermelho rubi com reflexos violáceos e aromas de frutas vermelhas com um toque de especiarias. Outra dica é o Acquasantiera tinto demi-sec. Um vinho descomplicado e super fácil de ser apreciado por quem quer se aventurar no mundo dos vinhos neste verão.

 

Vinho branco

 

O verão é o melhor período para brancos, em especial os que não passam por amadurecimento em barricas de carvalho, ou seja, em geral são mais frescos e leves. Para este tipo de vinho, a sugestão de temperatura fica entre 6ºC e 8ºC, sendo ideal refrigerá-los em balde com gelo para manter a temperatura de consumo constante. Os brancos harmonizam melhor com carnes brancas, peixes, frutos do mar, saladas e petiscos.

 

Sugestões do enólogo: Chalet Du Clermont Chardonnay (envolve os sentidos com aromas que lembram maracujá, goiaba, nuances florais e leve toque de brotos verdes); Granja União Riesling (leve e delicado, possui notas aromáticas que remetem a flor de laranjeira e um toque de frutas cítricas). Para quem prefere bebidas doces sem preconceito, valer experimentar o Granja União Malvasia Suave, que é aromático e com equilíbrio entre açúcares e acidez. Todos apresentam excelente frescor e combinam perfeitamente com o verão.

 

 

Espumantes

No verão, é muito difícil errarmos na escolha de um espumante, pois é o tipo de bebida que melhor combina com calor, praia, piscina e atividades que ajudam a nos refrescar. A temperatura de consumo mais indicada é a mesma dos vinhos brancos (6ºC a 8ºC), podendo ser ainda menor (entre 4ºC e 6º) no caso dos espumantes com açúcar (Moscatel e Demi-sec).

 

Espumantes combinam perfeitamente com pratos leves: peixes, frutos do mar, aves e saladas são excelentes sugestões para quem gosta de harmonizar as refeições. Já em momentos de descontração, como happy hour, combinam com petiscos diversos.

 

Algum comentário?
23/04/2019 08:54:03